sábado, 24 de maio de 2014

PRESERVEM A COMUNHÃO




"O Senhor conduza o coração de vocês ao amor de Deus e à perseverança de Cristo." 
II Tessalonicenses 3:5

"Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros" (João 13:35). Reflita um instante nesta passagem bíblica. Seria a comunhão a chave que abrirá o mundo para o Evangelho de Jesus?

Se a comunhão é a chave para a pregação da palavra, ela não deveria estar no topo dos nossos pedidos, quando oramos? Não seria o certo fazer como o apóstolo Paulo, e seguir sua orientação: 
"Façam todo esforço para conservar a unidade do Espírito pelo vínculo da paz,"  Efésios 4:3. Se a comunhão é valiosa para o Senhor, não deveria ser importante para nós também? Já que a comunhão entre os filhos de Deus é de fundamental interesse aos céus, não deveria ser do mesmo modo aqui na terra?

Não há orientação nas Escrituras para que edifiquemos uma suposta unidade. Apenas nos é designado que cuidemos da comunhão. Do ponto de vista do Senhor, há somente um rebanho e um pastor (João 10:16). Comunhão não precisa ser construída, deve ser apenas protegida.

E é possível ser assim?
Significa que teremos que abrir mão de nossos princípios? Não é isso.
Então seria deixar para trás as nossas convicções? Também não.
Significa que devemos observar atentamente e de forma criteriosa as ações que escolhemos.

Basta uma palavrinha errada, um gesto em falso e lá se vai a unidade do grupo. Tenha cuidado com o que você diz e faz, pelo seu bem e do povo de Deus.

O que podemos fazer individualmente para manter a unidade do rebanho de Deus?


Extraído do livro Benção Diária – Devocionais de Max Lucado - Dia 23/05/2014.

Com carinho,
No amor de Jesus,
Neide Teixeira

Nenhum comentário: